Tarte Tropical

Quem não adora as festas, os almoços e os churrascos de Verão? Toda a gente no jardim com um copo de sangria na mão enquanto provamos os petiscos que alguém acabou de colocar na mesa, mas a melhor parte (para mim) é sem dúvida a sobremesa, por isso não se esqueçam de trazer os frutos tropicais para fazerem esta tarte – 1 tarteira com 30 x 20 cm  e de fundo amovível

Massa Areada

  • 250 g farinha sem fermento T55
  • 150 g de manteiga fria
  • 100 g de açúcar granulado
  • 1 ovo M
  • 1 clara de ovo  M

Misture todos os ingredientes, excepto o ovo  e a clara, e amasse com as pontas dos dedos até formar uma areia grossa.
Adicione o ovo e amasse rapidamente até ficar tudo envolvido, caso necessário pode adicionar uma ou duas colheres de sopa de água para uniformizar a massa mas não a  trabalhe demasiado. Embrulhe em película aderente e leve ao frigorífico até ficar firme.

Retire a massa do frio e estique-a entre duas folhas de papel vegetal até ficar com 5mm de espessura. Para forrar a tarteira, coloque o rolo da massa numa ponta da massa esticada e faça-a enrolar sobre o mesmo. Transporte a massa para cima da tarteira e desenrole-a com cuidado para não romper. Pressione as laterais, retire os excessos (pode fazer bolachinhas com as sobras de massa) e pique-a com um garfo. Leve ao frigorífico até estar firme.

Pré-aqueça o forno a 180ºC e leve a massa a cozer durante 15 a 20 minutos. Retire e deixe arrefecer antes de desenformar. Pincele com clara de ovo e deixe secar até ser hora de rechear.

Recheio

  • 500 ml de leite
  • 1 vagem de baunilha, sementes
  • 100 g de açúcar granulado
  • 30 g de farinha t55 sem fermento
  • 30 g de amido de milho
  • 7 gemas
  • 50 g de coco + extra para polvilhar

Leve o leite a ferver com as sementes da vagem de baunilha. Numa taça à parte, junte todos os outros ingredientes e mexa (não muito) com uma vara de arames até ficar umas pasta. Quando o leite ferver, junte aos poucos ao preparado das gemas, (as primeiras adições servem para temperar a mistura sem cozer as gemas) depois pode colocar o resto.

Leve novamente ao lume até engrossar. Retire do lume e transfira para uma taça limpa.
Tape com película aderente mesmo colocado ao creme. Quando arrefecer o creme irá ficar mais espesso e terá engrossado ainda mais.

Quando o Creme Pasteleiro estiver pronto e frio, adicione o coco ralado e misture. Guarde no frigorífico até ser altura de usar.

Decoração

  • meio ananás sem casca e partido em cubos
  •  manga descascada e partida em cubos
  • folhas de manjericão picadas
  • coco ralado a gosto para polvilhar

Montagem

Depois da massa estar completamente fria e desenformada, coloque o recheio  espalhe bem e decore com as frutas tropicais. Polvilhe com coco ralado e sirva de imediato ou guardo no frigorífico até ser hora de servir.

Be Nice!

Você Também Pode Gostar de
Ler mais

Bolachinhas de Pizza

Redondas, quadradas, triangulares, perfeitas ou toscas, vocês decidem aquilo que querem fazer. Uma coisa eu garanto, não vai…
Ler mais