0
Receita

Pão e Pickles de Couve Roxa!

19 Setembro, 2015

Regressei da aldeia carregada com legumes e vegetais frescos, frutas da época e produtos regionais mais perfumados que um Chanel.

Caminhei na terra seca de chinelos e vim de lá com os pés todos hidratados e cor de chocolate.  Também andei a fugir das abelhas, porque depois de ter sido picada umas 4 ou 5 vezes continuo com ou mais medo sempre que uma se chega a mim! O que não é fácil quando queremos apanhar os últimos pêssegos ou aquelas amoras silvestres bem redondinhas e pretas.

Nem parece que nasci e fui criada no campo. Nem eu própria sei onde estavam as abelhas e os bichos nessa altura. No outro dia, lá na aldeia, estava a chegar a casa à noite e arrepiei-me todinha quando vi um ser aos saltinhos no alpendre mesmo em frente da porta da entrada.. Era um sapinho! Errrr eu com 32 anos e com medo de um sapinho. O meu sócio diz que ele estava mais assustado do que eu (dúvido), “estão os dois assustados um com o outro” 😀 ahahahah


Pão 

  • 500 g de Farinha de Trigo s/ fermento
  • 10 g de sal marinho
  • 10 g de fermento seco instantâneo
  • 30 g de manteiga à temperatura ambiente
  • 320 ml de água fria
  • Azeite qb

Numa taça grande, coloque a farinha com o sal de um lado e o fermento do outro. Junte a manteiga e ¾ da água. Comece a amassar com as mãos e vá raspando a farinha das laterais da massa. Pretendemos uma massa que não fique aguada mas sim sim suave e mole, por isso pode não ter de usar toda a água ou pode ter de usar mais. Amasse bem por 10 minutos – no início a massa irá pegar-se muito na bancada mais depois vai começar a ficar lisa e fácil de manusear. Não adicione mais farinha!

Coloque a bola de massa, numa taça untada com azeite e tape com película aderente. Deixe repousar durante 2-3 horas ou até duplicar de volume, num local sem correntes de ar e de preferência morno.

Retire a massa da taça, para cima de uma bancada limpa e polvilhada com um pouco de farinha. Dobre a massa sobre ela mesma para ir retirando o ar, e faça depois uma bola o mais perfeita possível. Com um gesto rápido coloque num tabuleiro de ir ao forno preparado com uma folha de papel vegetal ou então se tiver, pode colocar a bola de massa num banneton polvilhado com farinha. Em ambos os casos volte a levedar a massa por mais 1h ou até ter dobrado de volume.

Entretanto pré aquela o forno a 230ºC.

Se colocou a bola de massa no tabuleiro, basta apenas polvilhar com farinha; se usou um banneton, vire-o delicadamente para cima de um tabuleiro com uma folha de papel vegetal – nos dois casos faça alguns cortes com uma faca bem afiada, antes de ir ao forno.
Leve a cozer por 30 a 40 minutos. Depois disso retire do forno e deixe arrefecer completamente antes de cortar.

Pickles de Couve Roxa

  • 1 frasco bem limpo
  • Couve roxa qb (para encher o frasco) finamente cortada
  • 1 medida de água
  • 2 medidas de vinagre
  • 1 colher de sopa de sal marinho
  • 1 colher de sopa de açúcar

Nota: Faço os pickles com alguns dias de antecedência para que fique com o sabor mais apurado. Não se preocupe porque o que sobrar pode guardar e ir comendo sempre que quiser. Acompanha muito bem com carnes grelhadas.
Encha o frasco com a couve roxa. À parte, misture 1 medida de água com 2 medidas de vinagre o sal e o açúcar.
Mexa bem até ficar tudo diluído. (Exemplo: Para um frasco com a capacidade de 600 ml, faça 200 ml de água + 400 ml de vinagre). Verta para o frasco até encher. Feche bem e guarde no frigorífico até usar.

Paté 

  • 2 colheres de sopa de pickles
  • 80 a 100 g de chouriço de boa qualidade e bem picado
  • ½ cebola roxa picada finamente
  • 1 c. de sobremesa de mostarda
  • Maionese a gosto
  • Oregãos para polvilhar

Coloque todos os ingredientes (excepto a maionese) numa taça. Coloque 2 a 3 colheres de sopa (ou a gosto) de maionese e misture bem até obter uma textura cremosa. Polvilhe com mais oregãos antes de servir.

It’s Nice to Be Nice! Pão: Paul Hollywood (o meu Herói do momento – a seguir ao meu pai)