Pão com Espargos, Emmental e Tomate Seco!

Estava à espera de um fim-de-semana bonito com sol para publicar esta receita. Para poder despertar o vosso entusiasmo a agarrar no cesto e toalha aos quadradinhos vermelhos e brancos; pegar nas crianças no cão e no gato; passear a pé ou de bicicleta; enfim fazer um picnic.

Normalmente esta época é perita em nos oferecer cores e uma temperatura amena perfeita para estes passeios e brunchs lá fora. E eu ainda estou convencida de que isso vai acontecer.

As cores desta receita são as da estação no nosso querido Outono, mas o sol esse não chegou a aparecer. Adaptamos por isso e usamos a nossa sala acolhedora, e as roupas confortáveis para juntamente com o calor do forno ligado, fazer este “pão” a nossa receita de fim-de-semana. Aliás, se me dão licença uns minutos, até aproveito para ir fazer um café fresquinho para me acompanhar enquanto preparo os ingredientes.


  • 250 g de espargos, levemente cozinhados a vapor
  • 200 g de farinha T55
  • 1 colher de sobremesa de fermento em pó
  • 3 ovos grandes e biológicos
  • 80 ml de óleo de girassol
  • 100 g de azeitonas (ou a gosto)
  • 100 ml de leite
  • 100 g de tomate seco em óleo, grosseiramente picado
  • 100 g de queijo emmental, cortado em cubos
  • Tomilho fresco
  • 1 colher de café de sal

Pré-aqueça o forno a 190ºC. Enquanto isso forre uma forma de pão com papel vegetal. Com os espargos levemente cozinhados a vapor, limpe-os com papel de cozinha e deixe arrefecer. Corte os espargos em pedaços e reserve.

Numa taça à parte misture a farinha, fermento, tomilho e sal. Bata ligeiramente os ovos com o leite e o óleo; adicione à mistura da farinha e envolva. Envolva também os espargos, azeitonas (deixe algumas para decorar), tomate e 2/3 do queijo.

Verta para a forma anteriormente preparada e por cima coloque o resto das azeitonas e do queijo. Leve ao forno por 35-40 minutos até estar bem cozinhado por dentro. Retire e deixe arrefecer 5 minutos na forma antes de desenformar. Pode servir quente ou à temperatura ambiente.

Se preferir, depois de frio pode cortar em fatias e congelar, depois quando for para servir novamente, descongele e leve uns minutinhos ao forno se necessário.

Be Nice, adaptado de Senses in the Kitchen.

Você Também Pode Gostar de
Ler mais

Tarte de Abóbora

Tantas abóboras nas terras dos meus pais, tios, avós, primos, padrinhos, vizinhos… mundo! Resultado, (pelo menos) as duas…
Ler mais