Bruschetta de Pimentos Vermelhos

Pimentos

Quase parecia um convite de casamento, (como a própria Ondina disse), com tantas palavras bonitas, elogios e admiração, tudo isto concentrado numa mensagem, à qual respondi com um “SIM!”:)

Quero eu dizer com isto, que este post é dedicado à querida Ondina Maria (Joana) do belíssimo blog Coentros & Rabanetes, que muito gentilmente me convidou para fazer um guest post sobre a cozinha mediterrânea, que podem ver clicando AQUI!

E assim sendo, fiz estas Bruschettas de Pimentos Vermelhos, para comemorar o convite e convidar todos os que nos seguem a repeti-las em casa.  Muito Obrigada Joana, pelo convite e por toda a simpatia *


  • 2 pimentos vermelhos
  • 1 pimento verde
  • 1 courgette pequena
  • 1 colher de chá de orégãos secos
  • 1 punhado de folhas de hortelã
  • 1 limão
  • Vinagre q.b.
  • Pimenta Preta moída na hora q.b.
  • Azeite q.b.
  • Sal q.b.
  • Fatias de broa de milho branco (tantas quantas o nível de fome)
  • Dentes de alho (a gosto)

Comece por ligar o forno a 220ºC. Lavar os pimentos e a curgete e coloçar numa travessa para ir ao forno. Adicione a hortelã finamente picada, e os orégãos secos. Regue com azeite, temperar com sal, pimenta.  Leve ao forno, entre 30 a 45 minutos, ou até os legumes ficarem bem dourados.

Retire do forno e deixar arrefecer. Assim que estejam frios o suficiente, picar os legumes até formar uma pasta com uma consistência própria para barrar. (Pode deixar pedacinhos maiores se gostar)

Numa taça, misture bem a pasta com vinagre e o sumo de limão em quantidades q. b., rectifique o sal e a pimenta se for necessário.

Entretanto, torre as fatias de broa e esfregue meio dente de alho numa das faces. Sirva as fatias regadas com um fio de azeite na superfície do alho, e barrar com a pasta de pimentos.

É delicioso como entrada ou um lanche tardio!  Acompanhe com um bom vinho para aquecer estes dias mais cinzentos.

Be Nice! Adaptado do livro Cozinha na Itália, Jamie Oliver.

Você Também Pode Gostar de
Ler mais

Bolachinhas de Pizza

Redondas, quadradas, triangulares, perfeitas ou toscas, vocês decidem aquilo que querem fazer. Uma coisa eu garanto, não vai…
Ler mais